sexta-feira, 29 de outubro de 2010

INDÚSTRIA DO SEXO INSPIRA O MARKETING



Foto Divulgação
 O consumidor gasta dinheiro regularmente sem querer ser visto. Não há faixa etária ou gênero específico. E, mesmo assim, este segmento não só existe como é o que mais vende no planeta. Impossível? Não para a indústria do sexo. Se a prostituição é a profissão mais antiga do mundo, o profissional de Marketing de hoje tem muito o que aprender com os derivados dela.
As diferenças da indústria do sexo para os outros segmentos são interessantes. Quanto mais a sociedade repudia e repreende o consumidor porn, mais forte a pornografia fica. Na internet, os compradores da indústria do sexo encontram um oceano de possibilidades. Por isso, entram cada vez mais cedo e raramente saem deste ambiente.
A influência da pornografia no dia a dia da web está nos downloads de vídeos, fotos, bate-papos, aplicativos, entre outros.
O sucesso da indústria do sexo está longe do fim porque todo o segmento ganha força a cada dia com a solidão cada vez maior dos indivíduos, apoiado no desejo universal. Talvez por isso, marcas investem em ações de Marketing de olho neste mercado que já tem até data comemorativa no calendário nacional.

Marketing x Sexo

O Marketing do mercado “comum” e o a indústria do sexo são parecidos. Primeiro porque ambos exploram uma angústia do indivíduo. Além disso, os dois sempre buscam formas diferentes de explorar a mesma matéria-prima. Para aplicar a estratégia porn em uma empresa é preciso entender e explorar o que o negócio e o pornô têm em comum. Exemplos não faltam. Na moda, o Marketing explora o corpo, em todas suas nuances de vaidade, que o produto ou indumento pode oferecer, do querer parecer mais bonito ao mais rico.
Assim como a indústria do sexo. “Muito se pode tirar e aplicar em outra área. Mas é necessário olhar este mercado como ele realmente é e não como a sociedade quer que você veja.
Como em qualquer varejo, a indústria do sexo oferece muitas opções de produtos, tanto nas lojas virtuais quanto nas físicas.

Serviço: MUNDO DO MARKETING

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

JEANS MANCHADO COM ESPUMA

A moda aponta para uma temporada intensa de jeans manchado. O processo, para se obter esse efeito leva horas, porque exige uma série de procedimentos: da amarração, passando por processos químicos à secagem em máquina.
Atenta a isso a  Texpal, desenvolveu um produto inovador, que consiste em mergulhar as peças em um banho de espuma. O processo é rápido e oferece às lavanderias e marcas brasileiras uma oportunidade ímpar de facilmente trabalhar com produtos diferenciados. O tamanho e a intensidade das manchas, bem como a localização delas, são características que vão variar de acordo com o tempo em que as peças ficarão submersas na espuma e do jeito em que elas foram colocadas lá – dobradas, amarradas, torcidas.
O resultado de cada desenvolvimento será único porque não existe uma receita padrão de uso.
A espuma permite uma variedade infinita de efeitos: suaves ou intensos, na peça inteira ou localizados, trabalhando contrastes de claro e escuro.
O nome do produto "milagroso" é o Texgal EAC...
Simbora, manchar as peças!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

CURSO DE MODELAGEM EM JEANS

Atendendo a pedidos, criei um curso especifico voltado ao segmento jeanswear, que se iniciará no próximo dia 16 de novembro.
A tabela de medidas será concebida, considerando-se o "encolhimento" do jeans 100% Algodão e misto (com elastano, poliéster, poliamida, etc), porque a construção das bases já será ponto de partida para a adaptação dos modelos do Inverno 2011, com peças das últimas prospecções de moda dessa estação (inclusive algumas que apresentei no último VIP POCKET SHOW - INVERNO 2011). 
Um dos diferenciais dos cursos ministrados, por mim, é a de que as turmas são pequenas, no máximo dez pessoas, para que os conceitos sejam bem assimilados e eu possa dar atenção a todos. Espero vocês!
Vejam o programa:

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

DESFILE BURBERRY VERÃO 2011 (PTE 1)

DESFILE BURBERRY VERÃO 2011 (PTE 2)

DESFILE RICK OWENS - VERÃO 2011

DESFILE BALMAIN - VERÃO 2011

DESFILE JEAN PAUL GAULTIER - VERÃO 2011

DESFILE ALEXANDER MCQUEEN - VERÃO 2011

DESFILE MIU MIU - VERÃO 2011

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

PIRAÇÃO TOTAL NO VERÃO 2012

Um certo romântismo dos 70's, na estética oitentista, terminando num flerte com os 90's nos volumes das calças.
Desencanação total nas combinações: estampa de bicho com temas folclóricos, rendas distribuídas por toda a peça. Impressão do feito à mão. A força dos tons terrosos. Estamparia no denim, dos super esbranquiçados na lavações e puídos variáveis. Mangas bufantes, peças inteiras, super skinnies, flare...Brilhos e sujos estratégicos. Um festival de vale tudo. Essa é a estética da Just Cavalli para o Verão 2011 (nosso Verão 2012).
Aproveitem....


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

CIENTISTAS CRIAM BICHO-DA-SEDA QUE PRODUZ TEIA DE ARANHA

Foto Divulgação
Cientistas americanos conseguiram modificar geneticamente bichos-da-seda para fazê-los produzir teia de aranha, um material conhecido por sua resistência e elasticidade excepcionais, segundo trabalhos publicados esta quarta-feira.
Esta técnica abre a via para a produção industrial desta fibra, até agora restrita a laboratórios e em quantidades muito pequenas.
"A pesquisa representa um passo importante no desenvolvimento de fibras de seda (de qualidade) superior para aplicações médicas e não médicas", explicou Malcolm Fraser, professor de biologia da Universidade de Notre-Dame (Indiana, norte dos EUA) e inventor de uma técnica de engenharia genética que permitiu este avanço.
O cientista trabalhou em colaboração com a empresa de biotecnologia Kraig Biocraft e com Randy Lewis, bioquímico da Universidade de Wyoming (oeste), um dos principais especialistas do mundo em bichos-da-seda.
"Poder produzir fibras de seda com propriedades das teias de aranha é um dos objetivos chave da ciência de materiais", acrescentou o pesquisador em um comunicado.
O fio natural que forma a teia de aranha tem propriedades físicas excepcionais, entre elas elasticidade e força de tração maiores que a fibra de seda natural.
A teia de aranha "artificial", produzida por estes bichos-da-seda transgênicos, tem as mesmas propriedades que as feitas pelas aranhas, afirmou o cientista.
Entre as aplicações biomédicas, os autores destes trabalhos mencionaram fios de sutura mais finos ou fibras para substituir ou reparar tendões e ligamentos rompidos.
Estas fibras também poderiam ser utilizadas na fabricação de tecidos mais resistentes e leves, entre outras aplicações industriais possíveis.