quarta-feira, 30 de março de 2011

CONFIRMAÇÃO VERÃO 2012: CORES, FORMAS, LAVAÇÕES

As coleções de Verão 2012 já começaram a ser desenhadas e ganham corpo nas confecções brasileiras.
Depois de muita pesquisa, no exterior,  e  participações nos eventos, por aqui, os coloridos, o branco e os shapes folgados, além do double denim, são as apostas para estação. Vejam os pontos fortes enumerados, em outubro passado,  pelo portal GBL, que se confirmam agora...

Misturando o denim com diferentes tecidos e garantindo a aparência recortada que já é vista nas passarelas há algumas estações, modelos modernos juntam o jeans a materiais sintéticos, emborrachados e ao couro, dando um aspecto quase futurista às peças, onde o tom de índigo se sobressai.

Os looks em total denim não abandonam o centro das atenções, e as combinações entre tecidos da mesma lavagem e tonalidade apareceram com maior freqüência nos desfiles. Seguindo essa linha, um número maior de marcas apostou em peças inteiras confeccionadas no artigo, e vestidos cortes e modelagens variados, além de macacões, como o tomara-que-caia da G Star, ganharam destaque.

As camisas em denim seguem no foco da moda, e ganham novos beneficiamentos e detalhes, como na lavagem suja de aparência militar da Diesel Black Gold e nos efeitos de reserva aplicados na peça da coleção de Charlotte Ronson.

Dominando os guarda-roupas feminino e masculino, o branco reafirma a sua presença no mundo do jeans, e aparece em diferentes modelos e modelagens nos dois segmentos. Calças, jaquetas, coletes e casacos da cor também aparecem combinados em alguns casos, e os looks “total white denim” começa a ganhar força entre as tendências do verão.

As lavagens resinadas também entram no white denim, e destacam detalhes amassados, metálicos ou de reserva nas bases escuras.

Obedecendo ao clima quente da estação, os shorts chegam em diferentes tonalidades e modelagens, que vão das curtas e justas às volumosas com cintura alta. Efeitos sujos, de bigode e desgastes estão entre os principais, e processos resinados ajudam a manter a cor firme ou dar aparência emborrachada no denim.
Lavagens em tons militares também estão entre os destaques.

Para os homens, bermudas acima do joelho com corte reto foram ressaltadas, e tingimento escuro ou em tom coral aparecem como aposta junto com efeitos puídos em bases de azul claro.

As saias ganham comprimentos e modelagens variados, e estilos volumosos e justos se contrapõem nos desfiles. Zíperes deslocados aparecem como destaque nas peças que, em alguns casos, contam com bolsos funcionais.

Cortes de alfaiataria também chegam com força na estação, e blazeres e casacos compridos têm lugar garantido na temporada. O denim brilhante, com poliéster na composição, é um dos mais usados para esse tipo de modelo, e lavagens em tons terrosos aparecem pontualmente.

As jaquetas femininas aparecem mais justas e escuras e ganham trabalhos resinados para aparência molhada ou mistura de denim e couro, além de versões em branco.

Para os homens as tonalidades são mais claras e sóbrias, e os tons militares, além do black, invadem os modelos, que ressaltam características biker.

O denim colorido é pontual na estação, e tons de azul vivo, amarelo e verde são os destaques.

O modelo boyfriend mantém sua posição de sucesso no segmento feminino, e ganha novos detalhes que diferenciam a peça, como gancho mais baixo, barra mais curta ou lavagens mais agressivas.
Pouco visto nas últimas temporadas, o modelo flare esboça um retorno, abrindo espaço para modelagens mais volumosas também na parte dos quadris, que prometem ser a nova onda no verão 2012.

INVERNO 2011 USINA JEANSWEAR

De conceito urbano e minimalista, em um cenário nostálgico, resgatado pelos ares dos anos 70, a marca Usina Jeanswear, apresenta sua coleção Inverno 2011.
Nessa estação, acentuando seu espírito casual wear, traz em seu mix de produto, como novidade, calças jeans, retas, slim fit e skinnies, em diferentes e surpreendentes lavações.... 
Confiram as imagens....



Serviço:
Rua Xavantes, 800 – Brás – São Paulo/SP
Tel: (11) 2692-8819 / 3546-6140

segunda-feira, 28 de março de 2011

MOLDE DA CALÇA CENOURA (CARROT PANT)

Imagens: Galeria do Google
Presente nos últimos desfiles, a calça cenoura ou carrot pant é presença garantida nas próximas temporadas. Definitivamente, conquistou o coração e o corpo do público feminino.
Quer aprender como se faz o molde dessa peça, em jeans? Então pegue o seu material de modelagem e siga, pelo vídeo, as orientações do estilista/modelista Robertto Dias, para obtê-la, a partir da base da calça...



sábado, 26 de março de 2011

EXPOSIÇÃO CONTA A HISTÓRIA DO SUTIÃ


Imagem: Galeria do Google

Os seios são, desde os primórdios, símbolo de feminilidade. E há muito tempo, as mulheres buscam uma forma de atenuar a lei da gravidade neles. 
Referências revelam que em 2000 a.C., na Ilha de Creta, elas usavam tiras de pano para modelá-los. Mais tarde, as gregas passaram a enrolá-los para que não balançassem. Já as romanas adotaram uma faixa para diminuí-los.
Só em 1911, num gesto tresloucado, de rebeldia, uma jovem nova-iorquina, Mary Jacobs revoltou-se contra o espartilho de barbatana que não só a apertava como sobrava no vestido de noite que acabara de comprar. Com a ajuda de sua empregada, fez uma espécie de porta-seios tendo como material dois lenços, uma fita cor-de-rosa e um cordão. Depois de confeccionar cópias para as amigas, resolveu comercializar a invenção.
Inspirados pela moda e universo feminino, artistas plásticos da Associação Brasileira dos Artistas Plásticos de Colagem (ABAPC) e Curadoria – Robert Richard, expõem mais de vinte peças na mostra “Soutién – Símbolo do Sagrado Feminino”, que começou na quarta-feira (23.03) e fica até o dia 24.04, no Espaço Cultural Boulevard das Artes, do Shopping Metrô Boulevard Tatuapé. Veja aqui as peças...

Serviço:
Assunto: Exposição “Soutién – Símbolo do Sagrado Feminino”
Data: de 23/03 a 24/04
Local: Shopping Metrô Boulevard Tatuapé, Espaço Cultural Boulevard de Artes, 2º piso loja 344/45 – Rua: Gonçalves Crespo, 78, Tatuapé
Telefone: (11) 2225.7000
Horário de funcionamento: De segunda a sábado das 10h00 às 22h00
Domingo das 14h00 às 20h00.
Entrada franca.

terça-feira, 15 de março de 2011

O INVERNO APOCALÍPTICO DA CHANEL


Segundo o site esoterikha "dentro de alguns anos será dificil continuar respirando...os bosques terão sofrido um desapiedado desmatamento (cortes de árvores) e outras contaminações não necessitarão ser excessivas para levar ao homem até seu fim. O campo será coberto pelos cadáveres dos animais, enquanto que as plantas secarão apenas mostrando o tenro caule pela superfície; as árvores serão convertidas em pó. E o homem, talvez protegido por algum invento, que lhe dê forças para suportá-lo, contemplará a hecatombe apavorado e consciente de que seu fim já não admite nem a mínima espera..."
Nesse espírito, numa ambiência, que evocava a destruição sob todos os aspectos, fumaças saindo, intermitantemente, dos lados da passarela, tal qual uma fornalha, Karl Lagerfield trouxe uma aura apocalíptica, para o Inverno 2012, da Chanel...
Para completar, cores escuras, preto e cinza, quebradas por pinceladas leves de tons avermelhados, desfilaram em calças folgadas, com a barra virada, em contraste com as super skinnies, sob os tradicionais casacos da marca.
Em dias de acontecimento aterrorizantes, é a moda lendo amiúde o seu tempo!

O VELHO OESTE NAS PASSARELAS DO INVERNO 2012


Calças de ganchos médios, modelagem confortável, entre a daddy's pant - uma calça, cujo shape é mais solto e mais alongado, que a boyfriend -, e a pantalona, em namoro com  recortes, golas  e mangas de efeito, nos sobretudos acinturados, esvoaçantes, quase que dominando o corpo, que o veste. Maxi saias retas, evasês, sereias e em linha A, num contraste harmônico com as mini-jaquetas de corte de alfaiataria, com recortes nos seios, em conjunto com as super skinnies e a cropped (recortadas, também, nos joelhos), com barras, ora viradas, ora cortadas a fio...
Esse é o desenho da mulher viajante da marca DSQUARED2, saída de um Sallon de Bravura Indômita.
Chapéus de abas largas, cores escuras e camisas xadrezes emprestaram um clima faroeste (chic) à coleção... 

quinta-feira, 10 de março de 2011

PRADA: INVERNO 2012

Vestido Mondrian de Yves Saint Laurent, 1965 (Imagem: Galeria do Google)

Dizem que "na moda nada se cria, tudo se copia"...No entanto, mesmo na cópia é necessário um pouco de criatividade, para que a transcrição não fique tão grotesca.
Que tal, então, chamarmos essa "ação" de releitura...Fica menos pesado, mais leve - e por que não dizer mais fashion? - ...Copiar, parece coisa de gente sem criatividade!
Miuccia Prada, o fez com grande habilidade, que os mais desavisados ao verem o vestido reto, de inspiração nos quadros de Mondrian, bateriam-lhe palmas, achando que a invenção era sua. Quando na realidade é um ode à criação de Yves Saint Laurent, de 1965.
Comparações à parte, a socióloga-estilista  fez uma bela viagem pela década de 60, com tamanha maestria, que, se não fossem, as peles,  com cara de cobertor amanhecido, num filme de Conan,  a coleção seria a mais perfeita, deste ano.
Superfície plastificada, casacos e vestidos com maxi golas, ombros e cinturas deslocadas, mangas mais soltas, saias envelopes, levemente evasê, "dançando" num balé harmônico, abotoamentos, assimétricos, na lateral, e nas costas (belíssimos!)...Vestidos românticos, inocentes na frente, com decotes profundos nas costas... Um deslumbre!
Segundo o style.com "ela desafia as paixões femininas"...Já o blog Pensemoda diz que a própria coleção se explica...
Melhor você rever as fotos, lá em cima, e depois conferir o desfile, aqui embaixo e tirar suas próprias conclusões...

Fotos do desfile: Monica Feudi

terça-feira, 8 de março de 2011

COMO LAVAR TECIDOS SINTÉTICOS

Imagem: Galeria do Google

O segredo para manter roupas, tapetes, almofadas ou cortinas em boas condições é, primeiramente, saber qual o material que compõe cada peça e, consequentemente, a melhor maneira de cuidar delas.
“A maioria dos itens possui etiquetas com instruções de lavagem. Segui-las é o melhor modo para nunca errar”, comenta a assistente de lavanderia Carlota Fatore.
Entretanto, certas informações podem não estar incluídas nessas instruções de cuidado. Por isso, dicas podem ajudar a manter os itens com maior qualidade e melhor visual.
Conheça os melhores métodos:

Acetato: esse tipo de fibra está relacionado à seda artificial e tem um bom caimento. É encontrado no tecido de tafetá, em crepes, na seda javanesa, etc... 
- Se a etiqueta especificar que a peça é lavável, lave-a na mão, cuidadosamente, e com a ajuda de água morna, utilizando detergente de ação suave. Nunca deixe de molho as peças coloridas.
- Seque o tecido no varal, distante da luz direta e do calor. Na hora de passar, utilize a temperatura fria do ferro, do avesso e enquanto a peça estiver úmida.

Triacetato: apesar de ser muito parecido com o acetato, é menos sensível ao calor. Muitas vezes está presente no tecido de jérsei, em malha texturizada e tafetá.
- As peças podem ser lavadas na água fria, porém, deixe agir na máquina de lavar por apenas 3 minutos. Use detergente multiuso.
- Seque no varal ou na secadora. Use o ferro de passar em temperaturas altas.

Acrílico: os tecidos feitos com acrílico puro não amassam e normalmente podem ser lavados na máquina. Já as fibras acrílicas são misturadas com poliéster ou lã.
- Lave as peças a seco, na mão em água morna, ou leve à máquina de lavar juntamente com um detergente multiuso.
- Vire a roupa do avesso para reduzir o risco de formação de bolinhas.

Modacrílico: fibra muito utilizada na fabricação de peles falsas, mantos de lã, mantas e bichos de pelúcia. É leve, quente e resistente ao mofo e danos causados pela luz solar.
- Lave as peças à mão e as mais resistentes na máquina de lavar, com água morna e detergente suave. O uso de amaciante também é liberado.
- Caso haja a necessidade de passar, utilize o ferro em temperatura mais fria.
Náilon: são extremamente resistentes, leves, lisos e brilhantes. São impermeáveis e não amassam.
- As peças de náilon podem ser lavadas na máquina com tranquilidade, com água morna e detergente.
- O uso do amaciante é indicado para reduzir significativamente a eletricidade estática.

Poliéster: esse tecido é maleável (tem um pouco de elasticidade, devido à sua estrutua molecular), resistente e não amassa, porém, forma bolinhas quando é esfregado e torna-se amarelado com o tempo.
- Para lavar, vire a peça do avesso ou coloque-a em um saco próprio para ir à máquina. Previna que os fios sejam puxados.
- Cuidado com as peças de poliéster branco. Dica: deixe-as de molho durante a noite em uma mistura de meio copo de detergente em 3 litros de água quente.